sexta-feira, julho 15, 2005

Londres , 1940 / 2005

«we shall fight on the seas and oceans, we shall fight with growing confidence and growing strength in the air, we shall defend our Island, whatever the cost may be, we shall fight on the beaches, we shall fight on the landing grounds, we shall fight in the fields and in the streets, we shall fight in the hills; we shall never surrender»
- Winston Churchill, 9 de Junho de 1940


Quando ouvi a notícia do ataque terrorista em Londres , veio-me á memória este excerto do discurso de Churchill .
Fui á procura dele para o reler pois sempre o achei soberbo , embora não morra muito de amores pelos Ingleses .
Longe de ser, para mim ,esta citação , algum tipo de declaração de guerra. Nela, antes de tudo, está em causa o direito á auto-defesa , á defesa dos nossos valores , da nossa cultura e civilização , da nossa liberdade , da nossa segurança e da nossa Pátria .
O que devemos defender, sem rendição, nas nossas cidades , praias e montes, é o direito a vivermos como queremos e é nossa tradição , sem medos e livres dentro das nossas fronteiras .
O que nos tentam fazer com o terrorismo, com os ataques bombistas, é única e exclusivamente vergar-nos pelo medo, pelo terror e pelo horror.
Porque o medo é inimigo da liberdade. Sentir medo enfraquece-nos , e quando enfraquecemos ficamos dispostos a negociar a nossa dignidade em troca do levantamento da ameaça. Tornamo-nos vuneráveis à chantagem.
Por isso me toca tanto esta citação de Churchill.
Ontem como hoje, Portugueses, Nacionalistas,
"we shall never surrender"